10 Replies to “Brasileirando – Entrevista sobre o Ciência sem Fronteiras – Camila, Arthur, Thiago”

  1. Eu (Blas) acho que sim. Você poderá aproveitar melhor o intercâmbio cursando matérias mais “avançadas” e que podem não estar disponível no Brasil.

  2. Eu (Blas) tirei 87 e o William acho que tirou 80. A nota mínima varia muito do edital, não é algo bem definido. No nosso edital só escolheram quem tirou 80+, e quem tirou abaixo de uma certa nota fez o curso de inglês.

  3. No campus St. George não ofereceram alojamento. Em geral o pessoal mora com outros brasileiros e divide o aluguel, ou ficam no Tartu (espécie de moradia universitária).

  4. Galera, muito bom o blog de vocês! Gostaria de sugerir que vocês fizessem um vídeo sobre o custo de vida ai em Toronto..sobre a bolsa do governo brasileiro..se é sufiente..como está sendo viver ai com a bolsa..enfim, acho que é um assunto muito bom e que muita gente quer saber! Obrigada e parabéns pelos vídeos 😉

  5. Por que alguns recebem alojamento pelo próprio governo, que as vezes é um “homestay”, ou até mesmo morar no Campus da Universidade? quem que paga a casa aonde vocês moram? É o governo? Tem um outro canal de um brasileiro que foi pelo CsF para o Canadá e esta em Londres ( parece que é esse nome mesmo a cidade ) e quando ele chegou lá, levaram ele para uma casa de uma família, onde ele fica hospedado, e ele não teve que procurar nada. Por que essa diferença?

Leave a Reply