Minha experiência no Ciência sem Fronteiras

Vídeo criado para a Jornada Acadêmica 2013 da Faculdade de Informática da PUCRS. Trilha sonora: Quarto Sensorial – Vôo Livre, partes I e II http://www.youtub…
Video Rating: 4 / 5

13 Replies to “Minha experiência no Ciência sem Fronteiras”

  1. Olá Maurício! Primeiro eu gostaria de parabenizar seu vídeo. Foi muito bem elabora com imagens super bacanas, informações legais sobre o local e tudo mais, excelente! Tenho duas perguntas: Eu tenho 19 anos e já penso em fazer o ciência sem fronteiras. Faço o mesmo curso que você, Ciência da Computação. Gostaria de saber sua opinião quanto a minha idade, se é melhor esperar ou sem problemas, e quanto a dificuldade de entendimento da matéria la! To no quarto semestre! Abraço e obrigado.

  2. Bah! Você é um ótimo exemplo! Sou de POA, tenho 15 anos. Estou tri animado para participar desse programa, penso em fazer MIT, estou apenas pesquisando sobre o assunto, ainda não tenho uma opinião completamente formada. Estou escolhendo a escola que irei fazer o meu ensino médio. Você me recomenda qual escola?

  3. Adorei seu vídeo amigo! Bem objetivo, mostrou as vantagens do programa, de Waterloo, cidade e universidade. Estou inscrito no edital desse semestre, infelizmente Waterloo não abriu vagas, pois seria minha primeira opção. Acredito que já esteja voltando para o Brasil. Sucesso amigo! Espero ter uma boa experiência também no Canadá, pois é um país “sonho” que tenho já há alguns anos.

  4. Olá Maurício, tenho uma duvida, esse tempo que vc vai ficar aí no Canadá irá substituir o tempo que vc estaria cursando na sua faculdade aqui no Brasil ?

  5. Mauricio, faço ciência da computação porém estou quase formando rs. É gostaria de saber se na universidade que você estuda tem matéria de engenharia de software, teste e qualidade de software?

  6. Hey Maurício, parabéns pelo vídeo. Assistindo-o vc passou a ser a pessoa q eu tenho notícia q tem + informações sobre essa experiência no CA, numa Universidade top em EngElétrica e q consegue expressar a experiência sem só ficar falando mal do BR e da educação superior aqui. Gostaria d saber, c/ sua experiência, ql comparativo vc pod fazer com relação ao formato d ensino BRxCA, como foi a adaptação nesse formato e como é a aceitação d um estudante vindo do CsF pra Waterloo em termos d pesquisa.

  7. Olá, fale um pouco da adaptação para o novo idioma… A comunicação com os nativos é facil? Seu ingles melhorou muito? É dificil no começo? obrigado

  8. Olá Maurício. Primeiramente parabéns pelo vídeo, pois nos da uma noção do funcionamento do programa. Entretanto gostaria de saber a respeito da moradia, se ela foi estabelecida pelo programa ou por vc aqui no Brasil ou no país de destino? E se é necessário ter um bom dinheiro em “caixa” para alguma despesa ?. Desde já Obrigado!

  9. Pingback: Homepage

Leave a Reply